Teste Muscular Diferenciado - descobre, no seu corpo, a saída para qualquer uma dessas dificuldades: stress, dores localizadas, problemas de coluna, dificuldade de aprendizado, depressão, enxaqueca!

Fitohormônio

Um depoimento expontâneo

(nos desconfortos do climatério e da menopausa)

Tenho 46 anos e, desde os 35, realizava acompanhamento de miomas.

Com o passar dos anos o fluxo menstrual foi aumentando e, aos 40, comecei a usar absorvente interno e “noturno” durante o dia e para dormir com tranqüilidade, somente fralda geriátrica.

Aos 42 comecei a sentir o desconforto das mudanças hormonais de forma bem sutil.

Porém aos 43 os “calores” começaram se tornar mais freqüentes, principalmente à noite.

Aos 44 já eram diários e, às vezes mais de uma vez no mesmo dia. A sensação causava uma certa irritação ao perceber que estava “chegando o calor”.

Aos 45, num hemograma de rotina, a reumato percebeu que eu apresentava uma forte anemia em função das hemorragias durante o ciclo menstrual.

Procurei minha ginecologista e após outros exames a melhor opção, para mim, foi a retirada do útero devido à quantidade de miomas e, por não apresentarem problemas, os ovários puderam ser preservados, o que não me levou à antecipação da menopausa e reposições hormonais. Sendo assim, os sintomas da chegada da menopausa continuariam.

No final de 2009, em conversa com meu terapeuta durante uma consulta, tomei conhecimento das pesquisas e resultados dos fitoterápicos nos tratamentos da menopausa e climatério. Iniciei assim, a utilização do fitohormônio com “Sálvia, Amora e Erva cidreira.

Após a segunda semana, ingerindo duas cápsulas diárias, percebi a diminuição dos desconfortos que sentia e que foram se tornando cada vez mais espaçados. Desde março (2010) tomo apenas uma cápsula pela manhã diariamente.

Atualmente tais desconfortos são raríssimos, sendo até difícil lembrar-me a última vez em que senti “o calor”.

Duas amigas que já haviam desistido de tentar livrarem-se dos mesmos sintomas, estão impressionadas com os resultados que também obtiveram com a administração das cápsulas.

Esta declaração é a forma que tenho de divulgar o fitohormônio e aproveito para agradecer a indicação através do Terapeuta Paulo Morani e da Homeopatia Sempre Viva de Copacabana onde é realizada a manipulação das cápsulas.

Elizabeth Jardim - RJ